INGLÊS PARA NEGÓCIOS AMEAÇA GLOBALIZAÇÃO!!

“A carência de aptidão atual para se falar, escrever, apresentar, vender e servir clientes em Inglês para Negócios se tornou um problema crônico para as empresas a até alguns países” (Mahesh Ram, GlobalEnglish CEO)

Mais, para a McKinsey & Company, somente 13% dos formandos em países emergentes estão aptos a trabalhar em empresas multinacionais, e a razão principal é a falta de proficiência em inglês para negócios.

Diante de um quadro agravado de inaptidão em inglês para negócios, as empresas, que se globalizam e buscam atrair clientes pelos mais variados mercados, acabam sofrendo prejuízos irreparáveis.

Por falta de domínio do inglês pelos seus funcionários, as empresas perdem projetos globais de terceirização, deixam de ganhar concorrências e vender serviços, conduzem campanhas de marketing equivocadas, implementam muito mal tecnologias e ferramentas, não conseguem disseminar informações estratégicas, visão e valores para seus quadros e por fim não conseguem reter seus talentos.

A incompetência em inglês para negócios causa prejuízo considerável da mesma forma aos funcionários e prestadores de serviços. Grande parte dos funcionários que carecem do inglês tem grande dificuldade em tarefas que requeiram comunicação em inglês profissional, tais como conduzir chamadas telefônicas, participar em reuniões, escrever e-mails, produzir documentos e relatórios e preparar apresentações.

Da mesma forma, funcionários e colaboradores que não dominem o inglês para negócios têm oportunidades de ascensão na carreira diminuídas, são mal interpretados por seus superiores, causam quebra de contratos com clientes e terceiros, e até têm salários inferiores àqueles que tem grau de fluência maior em inglês para negócios.

Resumindo, a necessidade de aprendizado e prática do idioma para negócios nunca foi tão elevada. Se as empresas e os indivíduos se conscientizarem, da importância do inglês para negócios para a sua estratégia de elevação dos lucros, mercado e produtividade, poderão alcançar um patamar muito mais elevado em seu crescimento e satisfação. Poderão, por fim, com o desenvolvimento da competência em inglês para negócios, se considerarem como empresas e funcionários de fato globais.

This entry was posted in Artigos. Bookmark the permalink.